terça-feira, 30 de janeiro de 2007

Mzi Mahola

Hoje, finalmente, um poema vindo de África.

A CASA DO POBRE

Quando era rapaz
Nunca perguntei o motivo
Do percurso solitário
que vinha do abrigo do homem pobre.

Por que ziguezagueava
Como a fuga de uma fera ferida.

Agora que sou adulto
Sei por que os ricos se perturbam
Quando resmungamos.

© 2000, Mzi Mahola, África do Sul
Trad.: Isaac Pereira
De: Quando as chuvas chegam
Editora: Carapace Poets, an imprint of Snailpress, Africa do Sul

1 comentário:

dfkkfds disse...

This is very nice blog. do you konw Mozilla Firefox web browser?I really loved it,I hope you may want to download and try. thank you.