sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

Fernando Esquio











'Cantigas de Amigo' manuscrito de Martin Codax
Biblioteca Pierpont Morgan, Nova Iorque.


VAIAMOS, IRMANA

Vaiamos, irmana, vaiamos dormir
ns ribas do lago u eu andar vi
a las aves meu amigo.

Vaiamos, irmana, vaiamos folgar
nas ribas do lago u eu vi andar
a las aves meu amigo.

En nas ribas do lago u eu andar vi
seu arco na maao as aves ferir
a las aves meu amigo

En nas ribas do lago u eu vi andar
seu arco na mano a las aves tirar
a las aves meu amigo.

Seu arco na mano as aves ferir
e las que catavam leixá-las guarir,
a las aves meu amigo.

Seu arco na mano a las aves tirar
e las que cantavam non nas quer matar,
as las aves meu amigo.

Galaico-português (final do séc. XII - início do séc. XIV)



Ver: http://www.vieiros.com/galego.org/linguadascantigas/index.html

1 comentário:

Vida Involuntária disse...

"Y as que cantavan nan nas quer matar".

Excelente blogue!E muito boas escolhas.
Isaac e Pereira?
Muitíssimo judaico...o que para mim é qualidade cultural.
Bom Domingo!

Vi.